quarta-feira, 27 de agosto de 2014

"Minha Estrada"



"MINHA ESTRADA"
Autor: Eliete A. S. Bezerra
(Eliestrel@)

Certo dia me vi nesta estrada,
Tão longa e, tão curta. Um tudo quase nada.
Os anos se passaram e muito mudou;
Detonei tudo? Ou o mundo extrapolou?

A vida é engraçada ou triste?
Talvez nem uma, ou outra!
Depende do que a alma insiste,
Fechando-se pro mundo como ostra.

Em tempo! Penso no que sobrou?
Se muito era de vidro, e estilhaçou!
Agora tento me lembrar e não consigo;
Quais sentimentos ficaram comigo?

Dias e meses, se tornaram anos,
E tantos, que já não conto.
Vivo de paradigmas diários;
Tão afoitos, eu os desembaralho.

Tristezas e alegrias; Às vezes nem tanto,
Cruzo caminhos tantos; Com ou sem encantos.
Importante é viver, e sentir!
Que o tudo e, o nada é logo ali.
***************


( Minha Estrada é dedicado à todos que vivem )

Postar um comentário

Arquivo do blog

Loading...

Envie sugestões, reclamações ou elogios

Loading...

Tradutor on line

Amigos!!!

Podemos fazer a diferença que pode melhorar o mundo.
Amigos são perolas raras que devem ser
guardadas no cofre de nosso coração. Amigo é coisa séria e devemos
aceita-los e ama-los como são. Nem sempre posso estar com um amigo como
gostaria, ou seja de corpo presente, mas meu pensamento e coração estão sempre
junto de cada um.

By: Eliete A. S. Bezerra.
Eliestrel@.



Membros do blog

Colaboradores

National Geographic Photos

Google Mini Search

ELIESTRELA E AMIGOS